domingo, 1 de dezembro de 2013

Nunca mais

Você tem a minha permissão para me esquecer, já que não me escolheu.
Na sua vida eu quero ser apenas a sombra do meio-dia, a cor preta na escuridão.
Quando chegar nesta mesma data no ano que vem, tomara que você não lembre nem do meu rosto direito e tenha dificuldade para recordar meu nome.
Só quero estar na sua memória como um cheiro familiar
Sensação e gosto de beijo que surge de repente na sua boca.
Sentimento no sonho que você não consegue explicar.
Sou eu. Nunca mais.
(Escrito em 02/02/ 2013)

Nenhum comentário:

Postar um comentário