quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Sina


Sinto que a minha vida está estragada. Não acho mais que seja capaz de ser feliz como eu era. Da minha vida perfeita só sobraram lembranças. A alegria jovial e despreocupada que eu tinha por simplesmente estar no mundo já não tenho mais. Reconheço que a culpa por me sentir assim também é minha. Mas meus amores me frustram, meus amigos me desapontam, e eu desaponto meus amigos. Sinto que a vida me usa para se perpetuar, e eu sou apenas o fantoche do teatro maligno que é a existência.


Bia K (...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário